Scroll Top

Suplemento

Efeitos colaterais da creatina

Você sabia que a creatina possui efeitos colaterais? Saiba aqui quais são os efeitos colaterais positivos, negativos e os mais graves.

Do grupo das aminas, a creatina é uma substância química natural, produzida de forma endógena no pâncreas, rins e no fígado. Ela é produzida naturalmente através do organismo e é essencial no desenvolvimento de músculos esqueléticos mais fortes, como por exemplo os grandes músculos do peitoral, bíceps e outros.

A creatina é sintetizada através do organismo a partir da glicina e aminoácidos e ela pode ser encontrada no músculo esquelético, coração, cérebro, músculo liso e testículos. Pode ser obtida por meio de certos alimentos, como peixes e carnes vermelhas.

Como sendo um dos suplementos mais populares e mais comuns que estão disponíveis no mercado para os atletas, ela é frequentemente usada por quem está desenvolvendo massa muscular ou força. Assim como outros suplementos nutricionais, ela oferece riscos e efeitos colaterais negativos, positivos e efeitos colaterais mais graves:

Efeitos colaterais da creatina

creatina-efeitos-colaterais

Efeitos colaterais negativos

Um dos efeitos negativo muito comum ao fazer uso da creatina é o acumulo de água no corpo. Isso faz com que as pessoas que a consomem fiquem inchadas e os músculos poderão parecer mais fracos ao invés de ficar mais rígidos. Sem contar que quando as pessoas param de tomar a creatina, perceberão uma diminuição dramática e muito nítida em relação aos níveis de energia.

Efeitos colaterais positivos

Por ser um revigorante altamente eficaz, a creatina faz com que as pessoas que a tomam sintam um aumento de energia e uma resistência maior para os exercícios mais longos e mais intensos. Essa é uma substância que ajuda no desenvolvimento de músculos maiores, o que passa a ser muito útil para muitos atletas e para os halterofilistas.

Efeitos colaterais mais graves

Ao tomar creatina, alguns usuários informaram efeitos colaterais mais severos. Entre esses feitos colaterais mais graves estão espasmos musculares, cãibras dolorosas e músculos distendidos.

Porém, em uma pesquisa publicada na Medicine and Science in Sports and Exercise foi mostrado que num grupo de 26 atletas que usavam a creatina durante três a quatro anos, não apresentaram nenhuma diferença em relação a lesões ou a cãibras musculares se comparados à atletas que não tomavam creatina.

Desvantagens

Mesmo que não haja nenhuma evidencia de que a creatina cause riscos ou mesmo efeitos colaterais graves, o número de usuários que relatam dores de estômago são muitos, além de desconforto digestivo já nas primeiras semanas de uso desse suplemento. Esses problemas têm como ser resolvidos, bastando que as pessoas reduzam a quantidade de ingestão de creatina.

O fato é que as pessoas acabam tendo uma ideia errada sobre a creatina e acabam assumindo que ela é uma droga similar aos esteroides, muito comum entre atletas e entre halterofilistas. Porém, essa substância não chega a ser um suplemento hormonal, então ela é bem diferente dos esteroides legais, entre outros tipos de hormônios de crescimento.

Podemos concluir que não existem relatos de que o uso contínuo de creatina nas pessoas pode ocasionar sérios problemas renais, pois ainda é preciso estudos específicos para delimitar tais riscos. O fato da ocorrência de efeitos colaterais é que os usuários de creatina usam sem os devidos cuidados, sem acompanhamento de um médico. Isso porque aqui no Brasil ela é considerada um suplemento alimentar e não um medicamento.

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

    Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
    entre em contato com o suporte.